6 de junho de 2011

Realizada.

Daí que nós mulheres passamos a vida toda em busca de um amor verdadeiro, que preencha todo coração sem deixar nenhum espaço pra nada que não seja felicidade, queremos um amor que faça nossa vida ter sentido, que faça a vida valer a pena ser vivida.
Aí nós engravidamos, e nos sentimos felizes, realizadas, completas, mas nada, felicidade nenhuma, emoção nenhuma se compara ao momento em que pegamos aquele pequeno ser nos braços, e sentimos na real o que é amor verdadeiro, nos apaixonamos mais ainda por ele, e pq não dizer que não nos apaixonamos mais ainda por nós mesmas.
Nos tornamos mais mulheres, mais plenas, mais capazes, e no meu caso, muito, mas muito mais realizada.
Ser mãe é algo único, dá forças pra levantar todos os dias da cama e ver a vida por outro prisma, ser mãe é algo simplesmente inacreditavél, é realmente sentir o coração batendo fora do peito.
Não há amor que chegue perto do que é sentir amor por um filho, e sentir esse amor era a última coisa que me faltava pra sentir essa plenitude, pra me sentir completa da maneira que sou, se antes eu achava que era completa, hoje eu sou uma pessoa transbordante em sentir tanto amor.

E vocês garotas, como é a sensação de amar tão perdidamente seus filhos?

Beijos

Juu

8 comentários:

  1. Tem selinho pra vc no meu blog, corre lá e busca, xerooo !!

    ResponderExcluir
  2. Amo tanto q ate doi!!! Eh uma coisa incrivel, nao imaginei, nem nos meus mais altos devaneios, q essa coisinha pequena fosse ser tao essencial na minha vida...

    Juu, e o oleo marroquino? Desistiu?
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. é inesplicável mesmo... Até hoje lembro de quando ficava sozinha com meu filhote na primeira semana de vida dele, olhar aquele anjinho dormindo me fazia chorar com uma emoção... Eu verificava várias vezes de madrugada se ele estava respirando direitinho... e hoje em dia esse amor todo só aumenta, não diminui e nem estaciona, só cresce. Mesmo dormindo pouco e mal tendo tempo pra mim, eu só posso pensar em ter mais dele e em estar mais sempre pertinho dele.

    ResponderExcluir
  4. é uma coisa inexplicavel mesmo e a coisa mais doida é q. esse amor cresce mais a cada dia!!!Como podemos amar tanto?É infinito, naõ tem tamanho... Agora com outro bb chegando fico me perguntando se vou conseguir amar tanto qto amo a sara..rs..é uma doideira pensar isso...mas penso! bjos!!!!

    ResponderExcluir
  5. Nossa!!! É uma sensação maravilhosa... às vezes, chega a doer, né?! É um amor sem limites... acho que é o amor que mais se aproxima do amor de Deus por nós... porque o Dele é incomparável. Bjsss

    ResponderExcluir
  6. Não to podendo mais entrar aqui Ju! Cada post que eu leio mais me animo em ser mamãe rs...
    Amei esse post, mas ainda não posso responder a perguntinha ;)
    beijos nas duas!

    ResponderExcluir
  7. Julia, eu estou perdidamente apaixonada pelo meu filho...se eu não prestar atençao e refletir, o meu foco de atenção e disponibilidade fica só para ele, mas aí vem o marido, os avos, sempre lembrando na existencia deles kkk

    Estou amando ter um filho...sinto que é como estar num universo paralelo de muito amor, dedicação, abdicação, satisfação...bom demais!

    Acabei de publicar o post sobre a blogagem. Dá uma olhada

    bjs e abraços para vc e Yasmin

    ResponderExcluir
  8. Estou ainda em busca de um baby para amar...
    Mas logo logo ele vem!!! (to sentindo...kkkk)

    Encontrei seu blog através de outro e amei!!!
    Vou voltar sempre por aqui...

    \Bjokas

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui‼